blog

blog

29/06/2012

Casada safada virando puta pela primeira vez!

Casada virando puta pela primeira vez!(Imagem:Reprodução) 
Casada virando puta pela primeira vez!

O que vou relatar aqui aconteceu de verdade em um plena segunda-feira, Meu nome é Luanna, sou casada há 15 anos, tenho 40 anos, corpo de fazer inveja pois malho muito, bunda empinadinha e durinha, seios empinadinhos e umas coxas que todos olham, bom, de tanto ouvir minhas amigas dizerem que era pra eu experimentar sair de traz do armário eu resolvi me atirar pela internet pq eu nem sabia por onde começar, conheci o Cesar em um bar, eu mto distraída nem notei, mas segundo ele me despiu com os olhos nesse dia. Depois nos achamos em um site de relacionamentos .... trocamos MSN e ele acabou me encantando e marcamos um encontro, fiquei fascinada e não me continha, mas as circunstâncias não permitia nada além de nos olharmos, qdo eu estava pra ir embora e entrar no meu carro eu olhei para traz e o Cesar estava me fitando, um olhar que na mesma hora eu me senti nua, um olhar penetrante e pude sentir que esse seria o homem que ia me tirar do armário e satisfazer minhas fantasias, no segundo encontro fomos ao motel, ainda meio constrangida por seu a primeira vez que ia trair ele me respeitou e teve muita paciência, tomei um vinho e qdo menos percebi já estava com aquele homem em meus braços, me beijando a boca, pescoço e descendo pros meus seios que já estavam com os bicou quase explodido de tesão, nem demorei e já fui arrancado sua camisa e comecei beijar feito louca, eu sentia o karalho duríssimo dele entre minhas pernas, ele me agarrava que parecia que estava me penetrando por cima da roupa, me jogou na cama de frente pra ele, abriu minhas pernas e começou a chupar minha buceta avidamente, sentia sua língua quente entrando e saindo, passeava por toda bucetinha e ia até meu cuzinho, nossa nunca tive isso, comecei implorar, me fode, vai fode logo seu cadelo, já estou aqui mesmo agora me fode, soca esse pau gostoso, foi ai então que ele tirou aquele pau, hmmm e que pau, nossa eu nem sabia o que fazer, tremia inteira, talvez de medo junto com o tesão e ansiedade em sentir aquele mastro invadindo minha buceta, foi qdo ele agarrou pelos meus cabelo e socou o karalho na minha boca, eu nunca tinha passado por isso, não queria, mas ele me puxava contra o pau dele que comecei a punheta-lo com o karalho dentro da minha boca, enlouqueci e queria que jorrasse porra na minha boca, ele tirou seu pau e me virou de uma vez e me botou de quatro, eu fechei os olhos e esperei, qdo senti aquele karalho invadindo minha buceta eu gemia muito, ele socava o pau La no fundo e tirava frenéticamente, eu rebolava feito puta naquele caralho queria sentir ele todinho, nunca imaginei que eu era tão puta, ele dava tapas na minha bunda e chamava de vadia, e qto mais ele chamava mais louca eu ficava e pedia pra me foder, não agüentei e gozei muito, ele voltou a sugar minha bucetinha por minutos e gozei novamente na boca dele, morria de vergonha mas, ele me pedia, dizia: goza na minha boca sua puta, quero sentir o gsotinho do seu gozo nos meus lábios, não resisti e gozei novamente e ele socou novamente seu pau na minha buceta, tirou e começou a esfregar seu caralho no meu cuzinho, era virgem nesse lugar, nem meu marido comeu ele, não deixei dessa vez, mas confesso que fiquei louca que aquele pinto me fodesse o cuzinho, conversamos um pouco e ele me fodeu novamente gostoso, me pegou papai e mamãe e olhava fundo nos meus olhos e socava seu pau com força que eu sentia bater no fundo do meu útero, por muito tempo nesse entra e sai eu gozei 3 vezes com esse pau gostoso dentro de mim e ele começou a gemer e percebi que ia gozar, apertei ele contra mim e fixei meus olhos nos dele e dizia: fode, vai fode sua puta, me enche com sua porra, ele dizia: vou te enche de porra sua vadia, vc nunca mais vai esquecer de tanta porra que vai sentir, uauu qdo ele gozou pude ver que era verdade, nunca tinha visto alguém gozar tanto, sentia aquela porra quente me invadindo e gozei novamente, qdo me levantei era muita porra que escorria pelas minhas coxas, foi o dia mais feliz da minha vida, hj não sei viver mais sem o Cesar o pau dele, fui transformada em uma puta, só de lembrar eu gozo, de escrever aqui estou enxarcada, hmmm,virei mesmo uma puta descontrolada, no próximo conto mais, ah... aceito propostas com fotos, quem sabe né?!?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

friend

propaganda

▲ Topo